Agentes da Transformação:Os talentos do campo! Aldemar Marques

A Prodap é feita de pessoas incríveis que estão revolucionando a pecuária! Para inspirar outras pessoas que acreditam nessa transformação, vamos contar a trajetória de grandes profissionais que nos ajudam a escrever a nossa história.
por Caroline Cabral em 25/Nov/2020
 
 

Para inspirar outras pessoas que acreditam nessa transformação, vamos contar a trajetória de grandes profissionais que nos ajudam a escrever a nossa história. Dessa vez, representando nosso time de campo da região MT, vamos contar a história do Aldemar Marques - Consultor de Pecuária!


Ele afirma ter um coração baiano mas é nascido em União de Minas - MG, se apaixonou pelo agronegócio por influência do seu pai que é da área, além disso ele é um amante de desafios e tem construído uma jornada de muitos sucessos há dois anos na Prodap, entregando mais que resultados, facilitando a realização dos sonhos dos pecuaristas espalhados pelo Brasil!

Quem é o Aldemar?

O Aldemar  é uma pessoa que adora desafios e resultados, “eles me engajam muito, para melhorar enquanto pessoa e profissional.”

Eu nasci em  União de Minas - MG, durante uma viagem no dia das eleições, minha mãe estava saindo do estado de São Paulo para ir pra Bahia para votar, ela entrou em trabalho de parto e eu nasci nessa cidade, fui registrado lá e eu fiquei como mineiro, mas sou filho de baiano e assim me considero.

Meus pais são nordestinos, minha mãe é do lar, meu pai sempre foi do agronegócio, minha empatia com o agro começou desde criança, onde tive o exemplo do meu pai como gestor de pecuária de corte.

Conta o que brilha seu olho, o que fez seu coração bater mais forte pelo Agro?

Embora goste muito de animais, a palavra resultado, me faz brilhar os olhos, pois sei que ele é a soma de todos os esforços: estratégicos, táticos e operacionais - se tudo vai bem, o resultado vem! Meu pai sempre falava “os resultados são bons, mas sei que pode melhorar”, isso sempre me fez ter a visão que tudo pode ser melhorado. O amor pelo agronegócio, pelas oportunidades que ele trás a economia e a humanidade como todo sem dúvida nenhuma, faz meu coração bater mais forte! 

E quais foram os grandes desafios da sua carreira?

Meu primeiro desafio foi quando comecei a cursar zootecnia (2011), quando me vi a mais de 2.000 km distante de casa, sem sequer um conhecido por perto, nesse tempo tive que aprender a “me virar sozinho”. Logo depois, em 2015, ingressei no mestrado, onde me dediquei a academia quase que exclusivamente, ali comecei a ser mais crítico e adquirir uma postura cada vez mais analitica e técnica. 

Ao término do mestrado tive a oportunidade de trabalhar em uma fábrica de ração, período que considero o divisor de águas da minha vida profissional, pois diariamente me via desafiado com problemas das mais variadas origens e cada vez que solucionávamos um problema buscava enaltecer isso junto a equipe, afinal era mérito de todos. 

Com o passar do tempo, me tornei gerente da fábrica, com a promoção mais desafios, agora não somente voltados ao agro, mas a gestão de pessoas e de resultados. E nisso sempre me via obrigado a otimizar processos e propor ações mais simples de forma a engajar a equipe.    

Após quase 2 anos de experiência no meu primeiro emprego, promovendo resultados cada vez mais satisfatório entendi que era chegada a hora de buscar novos desafios e, principalmente, sair da minha zona de conforto, foi quando entrei na PRODAP, ou a PRODAP entrou na minha vida. Conheci a empresa por indicação do meu melhor amigo e também Zootecnista, que simplesmente me disse “é uma empresa que tem tudo a ver com seu perfil profissional”.

Durante os meses iniciais como consultor da PRODAP tive somente um cliente, e sempre fui respaldado por seu líder direto, que me auxiliou muito a me aprimorar dentro do que era requisitado para o cargo. Após 8 meses, recebi o desafio de ser o responsável total pelo cliente, na época, o cliente com maior faturamento da carteira, pensei comigo, “meu Deus, que desafio, mas vamos lá!” 

Considero que foi um tempo onde tive grandes evoluções e sempre me via posto a prova em aspectos técnicos, práticos e conhecimentos em gerais, nunca me permiti deixar o cliente sem melhores orientações, e quando não sabia totalmente me propunha a trazer algo o tão logo possível.

Hoje, posso dizer que o resultado de toda minha caminhada é: todos os meus clientes altamente fidelizados, satisfeitos com as entregas que fazemos tanto na parte zooténcia quanto na parte de gestão. No entanto sempre enfatizo que o mérito não é exclusivamente meu, mas de toda equipe que caminha comigo, consultores, líderes regionais, suporte, enfim … uma infinidade de pessoas!

“Foi um desafio,  era o cliente com maior faturamento da carteira e eu com 8 meses de empresa, caminhando com passos pequenos, mas conseguindo caminhar sozinho, tinha alguns riscos no período, mas eu falei “é desafio, mas vamos embora”!!!. Hoje o resultado de todos eles, posso dizer com total certeza que estão todos fidelizados, acredito que não seja mérito exclusivamente meu, mas de toda a equipe que está por trás do projeto, mas são desafios que fui aceitando.. trajetória foi essa.”

 

Conta sobre o futuro, o que você tem buscado, quais são os próximos desafios?

Eu me sinto extremamente realizado na posição que estou hoje. Eu gosto muito da parte gerencial, como consultor você é diferente, é um pouco de psicólogo, trabalha um pouco de RH, você faz tudo dentro da fazenda. Meu objetivo é: curto prazo tentar a vaga de Lider Regional, pensando na carreira em Y eu quero atuar mais voltado à gestão, a parte de liderança, que é algo que eu sei que posso contribuir também para a equipe e para a PRODAP em si. 

   

Pensando no pessoal que está começando, entrando agora para o mercado: quais são as dicas que você dá pra essa galera?

Pode parecer protecionismo, mas não é! - Não se admitem dizer que aprendeu muito durante o estágio, seu aprendizado dever bases sólidas formadas durante a sua graduação, o estágio é a oportunidade de aplicar aquilo que você aprendeu na teoria. Então, a minha sugestão é se dedicar ao máximo no que diz respeito à teoria, à leitura, questionamentos científicos, porque a princípio a gente acha que é bobagem, mas é a base científica, se você tem ela muito bem determinada, muito bem consolidada, a sua facilidade de aplicar isso na prática se torna muito maior.

Na sua visão, qual é o futuro da pecuária?

A tecnologia é o que vai ser o grande diferencial dentro da pecuária. A gente já vive um processo de transformação, inclusive somos agentes dessa transformação. Mas o futuro da pecuária vai estar muito alinhado à tecnologia, ao produtor ter muita coisa na palma da mão sem ele ter que demandar muito tempo sem ter que levantar essas informações. 

Eu vejo que, assim como a soja hoje, a gente tem na agricultura X formas de precisão, em pouco espaço de tempo a gente vai ter essa condição dentro da pecuária. Vamos precisar ter porque as margens financeiras vão se tornando muito apertadas, temos que intensificar cada vez mais, se tornar mais produtivo. Se não houver inclusão de tecnologia, dificilmente qualquer fazenda vai conseguir se manter em longo prazo dentro da pecuária.

 

 

Como você enxerga que o seu trabalho na PRODAP contribui para esse futuro da pecuária?

'À medida que a tecnologia entra, o consultor vai sumindo” - Eu discordo muito disso, acredito que os esforços do consultor vão sendo mitigados, mas nunca desconsiderados. No entanto nossa atuação será mais voltada a ser agentes de interface que conecta fazendas à tecnologias, uma vez que, à margem da  interpretação de resultados, sempre vai ser necessário otimizar uma estratégia, para que possa alcançar os resultados que se espera dentro de determinados projetos. Então como eu enxergo: uma pessoa que vai fazer a interface entre tecnologia e campo.

O que eu sempre falo é: nós somos agentes de transformação sim e quando assumimos essa postura, trabalhamos  com sonhos. O dono de uma fazenda não está na fazenda porque ele é obrigado, aquilo ali ele sonhou, então sempre que eu converso com os outros consultores eu falo “ a gente pode acelerar a fazenda, pode frear a fazenda, só que a gente tem que ser muito mais que isso, a gente tem que ser o agente que vai fazer o sonho do dono da fazenda se tornar realidade!.

'Lidar com sonhos na pecuária é “calçar as botinas” do fazendeiro e buscar sempre a melhor opção econômico-financeira, de forma a gerar resultados e permitir que o sonho do dono seja sempre mantido. Se entrego bons resultados e busco meios que fazem com que a equipe e os proprietários da fazenda se sintam felizes, sei que estou transformando VIDAS E TAMBÉM A PECUÁRIA.'

A revolução da pecuária está a todo vapor! Se você ama o agro, acredita na realiação dos sonhos e quer ser parte da transformação, seu lugar é na Prodap! Acompanhe nossas vagas e conteúdos através do site !!!

#VemSerPRODAP!

 

 

Sobre Caroline Cabral

Psicóloga atuando como Talent Acquisitions na Prodap desde 2018, cuidando de experiências para encantar pessoas.

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

Fique por dentro das nossas novidades

Inscreva-se em nossa newsletter