Análise de tempos e movimentos: O que é e quais são os benefícios para sua fábrica de ração

Sabemos que o mercado da nutrição animal é muito competitivo e por isso as fábricas de ração devem estar preparadas para aproveitar todas as oportunidades. Saiba o que é cronoanálise e como isso pode ajudar na sua fábrica.
por Thais Camargos em 10/Mar/2021

As indústrias de nutrição animal devem buscar não apenas aumento na produtividade, mas também melhorias na qualidade dos produtos e otimização dos processos fabris, sem deixar de atender as demandas do mercado.

Essencialmente, os processos de uma fábrica de rações são muito semelhantes aos de qualquer outra indústria: de um lado entram as matérias primas para serem transformadas e, do outro lado, saem os produtos acabados.

Veja também: Principais pontos que todo Gestor de fábrica de rações precisa saber

O que é cronoanálise?

A análise de tempos e movimentos, também conhecida como cronoanálise, é uma ferramenta de gestão para analisar o tempo em que determinadas atividades são realizadas durante o processo produtivo em uma indústria.

Essa metodologia foi criada no início do século XX pelos engenheiros americanos Frank Gilbreth e Frederick Taylor, que perceberam que o tempo era o principal fator na busca por mais produtividade e eficiência na linha de produção.

Quando nos dedicamos a analisar o tempo gasto no processo produtivo, podemos entender melhor a linha de produção e descobrir quanto tempo cada etapa leva para ser concluída.

Desta forma é possível identificar pontos de melhoria e abrir espaço para a otimização dos processos.

cronoanálise

Benefícios da cronoanálise para fábricas de rações

Aumento do faturamento

Otimizando os processos, a fábrica de rações consegue ter maior capacidade para atender mais pedidos e, consequentemente, aumenta o faturamento.

Redução de custos fixos

Aumentando o volume produzido sem aumentar o número de colaboradores, de horas trabalhadas e sem realizar grandes investimentos em infraestrutura, é possível diluir os custos fixos da fábrica.

Melhoria da produtividade

Este é um dos pontos fundamentais da análise de tempos e movimentos e parte do princípio básico de que toda indústria busca melhorias para realizar suas tarefas no menor tempo possível.

Acompanhamento de indicadores de desempenho importantes

Ao identificar padrões de resultados de sua produção, é possível acompanhar indicadores de desempenho, por exemplo “consumo de energia elétrica por tonelada de ração produzida” ou “toneladas/homem/mês”.

Além disso, o acompanhamento de indicadores é vital na busca para melhorias e para verificar se os resultados são compatíveis com as ações.

O que deve ser feito para aplicar a análise de tempos e movimentos?

  • Observe a linha de produção com o intuito de conhecer o processo produtivo e produtos;
  • Identifique o produto com maior demanda por meio de análise do relatório de vendas da fábrica;
  • Identifique as operações em cada posto de trabalho do processo produtivo e sequencie as operações para a próxima etapa.

Passo a passo de como fazer a cronoanálise 

1- Faça o mapeamento de processos

Para começar, é preciso identificar e mapear todos os processos fabris assim como todas as etapas inerentes a eles.

Não negligencie essa etapa, já que ela será a base para toda a aplicação da cronoanálise e, se não for bem-feita, provavelmente sua equipe irá se atrapalhar durante a aplicação.

Dica: faça a análise direcionada para a ração mais vendida da fábrica.

2- Segmente as etapas

Divida os processos em etapas com intervalos bem definidos e mensuráveis.

cronoanálise etapas

3- Mensure o tempo das tarefas

O objetivo é avaliar o tempo verdadeiramente gasto em cada etapa e não exigir mais agilidade da equipe.

Utilize uma ferramenta própria ou uma pessoa dedicada a mensurar esses tempos, evitando que o colaborador responsável pela tarefa também fique responsável pela mensuração.

mensurando tempo

4- Proponha melhorias

Depois de identificar os gargalos, proponha melhorias para eles.

Diversas ferramentas e métodos podem ser utilizados, um bom exemplo é o método PDCA.

Uma conversa com os responsáveis pela produção pode originar vários insights de como realizar as melhorias.

Se for necessário, crie novos padrões de processos.

Desdobre as ações e as coloque efetivamente em prática com o restante dos colaboradores.

melhorias na fábrica

5- Análise e acompanhamento das melhorias

É necessário que a equipe faça um acompanhamento sistemático das ações propostas para melhorias e que também mensure os novos resultados

Depois do processo controlado, podem ser iniciadas as atividades de melhoria contínua.

Faça treinamentos, implante os novos padrões no processo e faça verificações periódicas de indicadores chave.

Uma equipe de consultoria pode ser uma aliada na condução de todas as etapas do processo, desde a realização da análise de tempos e movimentos até o desdobramento de ações e acompanhamento de resultados.

Converse com um dos nossos especialistas e saiba como o trabalho da Prodap pode te ajudar a alcançar melhores resultados! 

Sobre Thais Camargos

Médica Veterinária graduada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Atualmente trabalha como Consultora de Sucesso do Cliente na Cadeia do Leite. Acredita na digitalização como uma maneira de transformar muitas histórias pelo Brasil. 

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

Fique por dentro das nossas novidades

Inscreva-se em nossa newsletter