Bebedouro para gado: onde instalar e como manejar corretamente?

A água é um dos principais nutrientes do seu rebanho, portanto, os bebedouros devem ser instalados de forma estratégica para melhorar a qualidade de vida dos animais.
por João Vitor Fernandes em 17/Mar/2021

Você sabia que o bebedouro do seu gado pode estar influenciando os resultados da sua fazenda?

O objetivo da pecuária é o aumento da produtividade e da lucratividade e isso passa pela utilização de boas práticas, tecnologia de ponta, funcionários bem treinados e o cuidado com o gado, principalmente na alimentação e na hidratação. 

É comum que os investimentos e melhorias das dietas sejam feitos nos concentrados e volumosos, contudo, a água tem um papel fundamental no desempenho do seu rebanho.

Ainda é comum vermos água disponibilizada de forma errada e com baixa qualidade, em açudes, cacimbas e bebedouros sem manutenção, principalmente para o manejo a pasto. Esta atitude pode levar a contaminação do rebanho por doenças, acarretando prejuízos para a fazenda.

Esse é o seu caso? A sua fazenda ainda enfrenta problemas para o manejo correto da aguada do rebanho? Vamos tirar todas as suas dúvidas!

boi bebendo agua

Água e a saúde do rebanho

O óbvio precisa ser dito, como diria o palestrante do TEDx e psicólogo, Guilherme Pintto.

Sim, o seu rebanho precisa de água de qualidade para garantir boas condições de saúde e otimizar a produção.

No sistema de pastejo, um animal adulto chega a consumir 4 litros de água por cada kilo de alimento matéria seca ingerida e frequenta o bebedouro cerca de quatro vezes ao dia.

Veja abaixo no que o mineral atua: 

  • Regulação da temperatura corporal;
  • Transporte de nutrientes e metabólitos;
  • Digestão e metabolismo de nutrientes;
  • Manutenção da pressão osmótica intracelular;
  • Equilíbrio ácido-básico: homeostase orgânica;
  • Papel essencial na umidificação, lubrificação;
  • Meio de diluente e solvente para as reações químicas.

Deixando bem claro, caso a sua fazenda não forneça água de qualidade o seu rebanho pode sofrer com diarreia, eimeriose, leptospirose, botulismo, verminoses, causando o surto e a morte de muitos animais de forma inesperada, problemas durante a estação de monta, aumento de abortos e vários outras complicações. 

Os bezerros também precisam de água de qualidade para ter um completo desenvolvimento e chegar à fase adulta de forma saudável

Os animais conseguem água através de 3 mecanismos:

  • Água de bebida, que representa de 70 a 95%;
  • Água proveniente dos alimentos, que representa de 10 a 20%;
  • Água metabólica, que representa de 5 a 10%

 Saiba mais: 

Água e o impacto no desempenho

O primeiro sintoma da falta de água, ou de que o mineral está com baixa qualidade é a queda na produção do seu rebanho.

Isso porque, a água de má qualidade, de açude por exemplo, faz com que o gado beba menos o mineral, o que, por consequência, diminui a ingestão de matéria seca. 

Esse processo, faz com o que gado produza cerca de 29% menos carne ao final do ciclo, ou seja, prejuízo para a sua fazenda.

Sendo assim, a água é o mineral mais barato e o primeiro a ser considerado na dieta do seu rebanho de corte e de leite. Por isso, vamos seguir te mostrando onde instalar os bebedouros para gado. Vamos nessa?

Onde instalar o bebedouro para gado?

O mais próximo possível do cocho de alimentação.

Caso você sirva alimentação que animal lambe (sal mineral, sal proteinado, sal branco), o bebedouro deve ficar ao lado local destinado a alimentação.

Agora, se a alimentação do seu rebanho é aquela que o gado come e rumina (rações e farelos), o ideal é que o bebedouro bovino fique a 50 metros do local do cocho. 

Essa distância deve-se ao fato de que, ao caminhar, o animal deixa cair no pasto a alimentação que está na boca, evitando que suje a água do bebedouro, diminuindo a frequência de manutenção e limpeza.

Outra dica importante é sobre a distribuição e o armazenamento dessa água.

Veja no vídeo abaixo o que diz o especialista da Prodap:

Bebedouros bovinos, na sombra ou no sol?

Depende! Todos os dois locais apresentam vantagens e desvantagens.

O cocho de água na sombra é importante para o gado descansar e se proteger nos horários mais quentes do dia. Contudo, ele ficará sujo mais rápido devido a queda de folhas das árvores e outras matérias orgânicas.

Já o bebedouro no sol evita o problema da folhagem e o surgimento de algas, contudo, não tem local para que o gado se esconda do sol mais forte. Sendo assim, é necessário você observar a localização do cocho de alimentação e fazer com que o seu gado desloque-se a menor distância possível.

Capacidade do bebedouro para bovinos

Quanto à capacidade é necessário observar dois fatores: a quantidade de animais em cada pasto e a vazão do bebedouro para gado.

Ultimamente estão sendo utilizados recipientes menores, com maior vazão e grande capacidade de enchimento. Estes equipamentos são mais fáceis de serem instalados, limpos e conseguem atender a todo o tipo de animal.

De qualquer maneira, tenha em mente uma medida de 2cm lineares por cada cabeça que esteja no pasto. Este valor trará conforto e eficiência para o rebanho da sua fazenda.

Manutenção e Limpeza dos cochos para água

Fique atento à limpeza dos cochos para água de gado e faça a manutenção ao menos duas vezes na semana.

Mas claro que este número pode aumentar caso você perceba que os bebedouros não estão suficientemente limpos.

Aqui vão algumas dicas para os funcionários da sua fazenda:

  • Esfregue toda a superfície do bebedouro, incluindo paredes e fundo, com uma escova ou vassoura rígida;
  • Caso necessário, utilize produtos químicos para a limpeza e capriche no enxágue;
  • Retire o resto da água e limpe o fundo, removendo toda a matéria orgânica;
  • Enxágue o bebedouro para gado;
  • Deixe encher novamente.

boi e agua

 Manejo correto das Pastagens

A instalação dos bebedouros precisa ser feita de forma estratégica e pensada junto com o manejo correto das pastagens.

Os bovinos não gostam de andar muito longe de onde está a água para pastejar.

Essa caminhada costuma ser de 200 metros, passando desta distância apenas quando consomem 50% da forragem disponível neste raio.

Distâncias maiores, nunca superior a 600 metros, quando não existir mais forragem disponível para consumo.

Essa situação pode causar o superpastejo em determinadas áreas e subpastejo em outras, o que leva a um desequilíbrio e prejudica o desempenho do animal, além de dar oportunidade ao surgimento de plantas invasoras em áreas com a realização do pastejo de forma errada.

Análise da água

Agora que todos os cuidados quanto a instalação, capacidade e manutenção dos bebedouros para o rebanho bovino foram tomadas, está na hora da sua fazenda investir no controle e qualidade da água oferecida

Medir índices como, acidez, alcalinidade, bactérias (coliformes fecais por exemplo) e população de algas, vão te ajudar a entender onde é possível melhorar para servir água com cada vez mais qualidade para o seu rebanho.

Para tanto, o uso da tecnologia é fundamental. Com o Prodap views, por exemplo, você consegue fazer o lançamento, medição e controles de dados por meio de um aplicativo.

Funciona assim: o seu vaqueiro visualiza o bebedouro, informa as condições (se existe água disponível e sua qualidade). Na outra ponta você consegue visualizar estas informações e fazer análises sobre o ritmo de consumo, qual bebedouro precisa de manutenção, qual não está funcionando de forma adequada e vários outros insights. 

Bom, como vimos a instalação correta de bebedouros para gado é fundamental para o sucesso do pastejo do gado de corte. Conheça o módulo “Qualidade do Bebedouro” do prodap views e comece a melhorar os resultados da sua fazenda.

Converse com um dos nossos especialistas e veja como o Prodap views te ajudará a ter melhores resultados no seu negócio! 

Sobre João Vitor Fernandes

Jornalista e pós-graduando em marketing digital, gestão e negócios.

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

Fique por dentro das nossas novidades

Inscreva-se em nossa newsletter