Bem estar animal: 11 dicas para garantir o conforto de bovinos leiteiros

Animais mal cuidados tendem a produzir menos e tornar o custo da operação da fazenda mais caro. Confira 11 dicas para cuidar do seu rebanho e garantir qualidade e eficiência na sua fazenda!
por João Vitor Fernandes em 02/Mar/2021

Cuidar do rebanho da sua fazenda vai muito além de suprir as necessidades fisiológicas.

É necessário garantir alimentação balanceada, planejar atividades, controlar a temperatura do ambiente , escolher bem o piso, entre outras coisas, para manter o bem estar dos bovinos leiteiros.

A forma como você cuida do seu rebanho influencia diretamente nos resultados da sua fazenda.

Com o objetivo de te ajudar a melhorar os cuidados com os animais do seu rebanho, trouxemos 11 dicas essenciais que vão garantir o bem estar dos seus animais.

bem estar vacas leiteiras

Existe sinais de alerta?

Você deve estar se perguntando se é mesmo necessário tantos cuidados. E a resposta é Sim!

Reforçamos que o bem estar do seu rebanho leiteiro está diretamente ligado à produção e a qualidade do leite

Essa realidade é tão verdadeira, que um dos sinais de que o seu rebanho não está sendo bem cuidado é a queda brusca na produção de leite.

Outros alertas são:

  • Perda repentina de de escore corporal
  • Agitação na entrada da sala de ordenha
  • defecação acima do normal

Como medir o bem estar?

Além de prestar atenção nos sinais citados acima, você pode medir se o seu rebanho está sendo bem cuidado por meio de índices ambientais e outros do próprio animal. Vamos a alguns exemplos:

 Índices ambientais

  • Número de animais por ambiente;
  • Área disponível;
  • limpeza e manutenção em cocho e bebedouros;
  • ventilação;
  • Umidade;
  • Temperatura;
  • infraestrutura adequada;
  • Qualificação dos funcionários;
  • Manejo correto;

 Índices do animal

  • Mortalidade em alta
  • Aumento da Ocorrência de doenças
  • Problemas de locomoção
  • Mudança de comportamento
  • Elevados hormônios indicadores de estresse

bem estar vacas

O que fazer para garantir o bem estar de bovinos leiteiros

Agora que você já conhece os sinais e como medir o bem estar de bovinos leiteiros na sua fazenda, vamos às 11 dicas para garantir que nenhum problema aconteça. 

1- Sombra de qualidade para reduzir o estresse calórico

O estresse térmico é uma resposta do organismo do animal a condições ambientais desfavoráveis. Entre elas está a temperatura elevada, incidência alta de radiação e alta umidade relativa do ar.

Por isso, garantir sombra de qualidade, com a infraestrutura correta. Para o sombreamento artificial é necessário, em média, 5 metros de sombra por animal e ordenados no sentido norte/sul.

Já o sombreamento natural, recomenda-se a utilização de eucalipto, que deve ser plantado em linhas duplas, respeitando o espaçamento mínimo de 1,5 metros entre as mudas.

Em ambos os casos é importante também que o cocho e o bebedouro estejam colados de forma estratégica para diminuir o deslocamento do animal. 

2- Água fresca, com fácil acesso e de qualidade

Essa é portanto nossa próxima dica. Os bebedouros devem ser planejados de maneira ergonômica.

Ou seja, eles precisam atender entre 15 e 20 vacas, com 10 cm lineares de acesso para cada animal.

Além disso, é necessário que eles tenham 15 cm de profundidade e vazão de 38 litros por minuto

Vacas jovens

A ingestão de água é fundamental para o crescimento e, portanto, importante para animais jovens.

Sabemos que a maior quantidade de água é fornecida pelo leite. Contudo, estudos apontam que animais jovens que possuem água para além da dieta, têm desempenho 38% maior do que os que conseguem o nutriente apenas advindas do leite. 

A água é importante, para além do crescimento, para a manutenção da temperatura corporal e para a produção de leite. 

 Temos um ebook completo com tudo o que você precisa saber sobre água para bovinos de leite, confira!

agua para bovinos 

3- Evite movimentação excessiva

O seu rebanho precisa comer bem, descansar e engordar.

Ou seja, é necessário evitar deslocamentos e queima de calorias desnecessárias.

Por isso é necessário planejar bem o manejo, a montagem dos locais de confinamento e a quantidade certa de animais por área.

4- Forneça o tipo de piso ideal

O tipo de piso que você escolherá também é fator de interferência e pode causar estresse no seu rebanho.

Pisos de cimento e camas com espessura fina, podem não ser muito confortáveis, impondo, por exemplo, maior tempo em posição quadrupedal e a sobrecarga dos membros.

Isso, claro, levará ao aumento do estresse e, por consequência, à queda do bem estar dos animais da fazenda

5- Tenha cuidado ao tocar os animais

Aqui começamos a tratar do treinamento e qualidade da equipe que você tem em sua fazenda.

É necessário, durante a ordenha e o manejo ter cuidado com o toque e evitar tapas e movimentos bruscos.

As vacas são animais sencientes, ou seja, tem sensações como dor, sofrimento, felicidade e etc, com grande influência no bem estar e também na produção da fazenda. 

6- Realize o treinamento em manejo racional

O manejo racional é importante para garantir o bem estar animal, maior eficiência na prática e maior segurança de vacas e dos seus funcionários. Por isso, invista no treinamento dos peões e de quem mais for realizar este procedimento. 

Como sabemos, este tipo de ação é baseado nos princípios dos próprios animais e é necessário, portanto, que os seus colaboradores entendam todas as etapas do processo.

7- Controle de temperatura para animais confinados

O conforto de cada animal depende da raça, da adaptação a cada ambiente e dos níveis de produtividade a que são submetidos.

Portanto, fornecer ambientes onde o seu rebanho ficará mais próximo da temperatura a que o seu tipo genético está acostumado aumentar os níveis de bem estar. 

Quanto mais tempo o seu gado estiver na zona termo neutra, ou seja, quanto maior tempo ele estiver confortável (de acordo com o seu biotipo), maior será a sua produtividade.

vacas na sombra

8- Planeje as atividades de manejo animal

Como já dissemos, é necessário evitar deslocamentos desnecessários.

Portanto, planeje bem as atividades de manejo animal, para evitar o estresse do seu rebanho.

Uma dica é a divisão de lotes, pois ela ajuda na homogeneização do rebanho, diminui os impactos das interações animais e evita perda de nutrientes e desperdícios.

9- Forneça dieta balanceada

A dieta do seu rebanho está diretamente ligada ao bem estar. Portanto, cuide da alimentação do seu rebanho com atenção.

Tenha em sua fazenda o apoio de um nutricionista, pois ele conseguirá atuar no sentido de criar uma dieta que seja coerente com a necessidade do animal.  

As dietas diferenciam-se de acordo com a condição de cada animal, seja ela crescimento, lactação ou gestação.

Em uma fazenda de leite, 75% da diferença na produção está em fatores ambientais e a alimentação é a principal delas.

Portanto, é importante cuidar do manejo alimentar do seu rebanho. 

Conheça as melhores práticas de manejo alimentar para bovinos de leite!

10- Realize desmama racional

Esse método já está sendo usado desde 2014 e foi comprovado que ele reduz o estresse do bezerro e aumenta o bem estar dos animais.

O método tradicional propicia o aumento de fugas (a vaca, ao ouvir o mugido do bezerro, arrebenta a cerca de proteção para ir em direção ao filhote, o que pode provocar acidentes) e também o deslocamento desnecessário da vaca.

11- Use tecnologia para garantir o bem estar de bovinos leiteiros

O uso de softwares para a coleta de dados e monitoramento do rebanho trará a possibilidade de controle analítico dos principais indicadores de saúde e bem estar do seu rebanho leiteiro, auxiliando na tomada de decisão.

O Prodap SrmatMilk, por exemplo, garante essa análise com tabelas, gráficos e relatórios que vão trazer o panorama geral e resultados detalhados da condição do seu rebanho. 

analise de saude bovinos de leite

Quer saber mais sobre o assunto ou deseja conhecer mais sobre o Prodap SmartMilk? Clique aqui e entre em contato com a nossa equipe!

Sobre João Vitor Fernandes

Jornalista e pós-graduando em marketing digital, gestão e negócios.

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

Fique por dentro das nossas novidades

Inscreva-se em nossa newsletter