]

Cerca Virtual para bovinos: O que é, como funciona e quais os impactos?

Cerca virtual é o novo projeto da PRODAP para bovinos de corte a pasto. Entenda ela funciona, quais são os benefícios e porque é tão revolucionária:
por Mariana Porto em 09/Dec/2019

O nosso Diretor de Tecnologia e Inovação, Breno Cerqueira, respondeu algumas perguntas sobre o tema, confira abaixo:

A tecnologia na pecuária já é uma realidade, o termo pecuária de precisão, que antes era estranho para os ouvidos dos produtores em geral, está cada vez mais difundido e suas técnicas vêm mostrando o impacto que podem causar no desenvolvimento produtivo do rebanho bovino.

Como toda novidade, a tecnologia na pecuária ainda pode parecer distante da realidade. Sabemos que atualmente a rotina do pecuarista Brasileiro conversa muito com a pecuária do século passado onde, mesmo com baixo nível de controle do negócio, a taxa de retorno ainda assim parecia satisfatória.

Mas essa forma de lidar com os processos dentro da fazenda não é mais aceita. Hoje a qualificação global e, consequentemente, o mercado, estão pressionando pecuaristas a tecnificarem suas produções em busca de novos patamares de resultados e lucratividade.

Nesse texto você vai conhecer um pouco mais da cerca virtual, uma saída inovadora encontrada pela PRODAP para aumentar a produtividade a pasto e reduzir os custos altíssimos da manutenção dessa estrutura tão importante para as fazendas.

Qual o propósito da Cerca Virtual?

Há um tempo atrás comparações de mercado da PRODAP começaram a apontar um dado alarmante: do potencial genético bovino que corresponde à uma média 12@ cab/ano, o Brasil em geral só consegue alcançar 4,5@ cab/ano.

De mesmo modo, ainda que nosso time tenha observado um aumento nesse valor para 7,5@ cab/ano entre os clientes PRODAP, existe um longo caminho de onde estamos para onde podemos chegar.

Mesmo entendendo que, com a Solução Total PRODAP, um combo que une nutrição personalizada, consultoria e software de gestão, conseguimos entregar a excelência no processo produtivo, essa diferença entre o que fazemos e o que podemos fazer começou a incomodar.

Assim, as perguntas surgiram: para onde então indo essas 7,5@ que todo pecuarista poderia produzir mas não está?

Essa reflexão nos levou aos problemas de rotina de toda a fazenda:

  • Falta de comunicação entre times;
  • Grande porcentagem de pastagens extensivas extremamente amplas dificultando o controle;
  • Pouca acurácia na certificação do dono no fornecimento de sal e água para o rebanho;
  • Baixa precisão na hora de determinar se a massa de forragem está adequada para determinado lote e quantidade de animais;
  • Dificuldade de cobrir toda a área da fazenda para saber se a estrutura (cocho, aguada, curral, cerca) está em boa condição;

Esses são apenas alguns problemas que fazem parte da vida de qualquer produtor.

De fato são muitas as 'micro ações' que podem aumentar o risco do pecuarista não conseguir entregar todo o potencial genético do seu rebanho.

Mas hoje já existem softwares de gestão que auxiliam na compreensão e organização das rotinas empresariais...

Por que não desenvolver um sistema que consiga cercar todos esses problemas da rotina da pecuária a pasto? E assim surgiu o PRODAP views.

Vamos conectar o boi!

A internet da coisas (IOT) e o boi conectado

A Internet da Coisas já é um conceito muito difundido no Brasil, muita gente usa mas poucos realmente sabem o que é...

Esse conceito nada mais é que colocar sensores e receptores nas coisas (um carro, um copo, uma tv, um relógio, um óculos) para que esses objetos comecem a interagir entre si, e conosco, no objetivo de melhorar nossa vida.

Os relógios inteligentes são um bom exemplo disso... Você sabia que já é possível monitorar batimentos cadíacos de quaquer pessoa através de um simples relógio e envia-los em forma de relatório para um médico de confiança?

Esse passo da tecnolgia permite, em muitos casos, que os monitoramentos passem de manuais, escassos e pontuais para automáticos, contínuos e precisos, e isso muda tudo!

Novas ideias...

Voltando para o mundo da pecuária, nosso time começou a perceber que todos esses problemas do produtor derivam de uma falta precisão e consistência nos monitoramentos de rotina.

Desse modo, assim como um cardíaco que não percebe alterações em sua saúde a tempo de tomar decisões que mudem essa realidade, muitos pecuaristas acabam falindo (ou se endividando) sem nem saber qual o motivo.

E assim, foram surgindo ideias para solucionar aqueles problemas de rotina já citados

  • Tem problema com o inventário de gado? Vamos conectar o boi! Hoje no PRODAP views você consegue saber onde está o seu rebanho, quantos animais você tem, o que estão comendo, por quanto tempo...

  • Tem problema de degradação de pastagem? Vamos mesclar informações! No PRODAP views você consegue fazer o calculo de carga x suporte atrelado a previsão de ganho de peso e movimentação...

  • Está faltando sal no cocho? Criamos um sistema em que o gestor consegue ver seus lotes e pastos em conjunto com as informações coletadas pelo vaqueiro, identificando exatamente qual rebanho está sem suplementação, desde quando e por qual motivo...

Com o sistema que conhece de verdade a rotina do campo, buscamos a todo tempo construir ferramentas para solucionar problemas que reduzem a potencialidade genética do rebanho ou afetam o 'negócio fazenda como um todo' como é o caso da ferramenta de gestão financeira ou do app de confinamento.

Chegamos na questao da delimitação do espaço físico da fazenda e como esse espaço vai interferir na produção e bem-estar do animal. Assim surgiu o projeto da cerca virtual.

Ao contrário do que muitos pensam, a proposta da cerca virtual não é substituir a cerca física por completo. Essa ideia de que a tecnologia vem para acabar com o que já funciona bem é um mito.

Na verdade, é sempre importante reforçar que: a cerca virtual, ou quaisquer novas tecnologias, vêm para aprimorar processos e resultados existentes. Novas ferramentas servem para que o pecuarista tenha mais precisão na forma de gerir seu negócio e assim evitar as perdas na produtividade do rebanho.

 

Como funciona a cerca virtual?

A cerca virtual será uma funcionalidade do PRODAP views, o atual software de gestão para pecuária de corte da PRODAP. Essa funcionalidade está sendo desenvolvida para comunicar com as outras ferramentas que já existem no sistema como altura de pastagens, manejo de rebanho, leitura de cocho, fechamento de consumo e gestão financeira.

São apenas 2 objetos que compõem a cerca virtual: O colar e antena, onde o colar é responsável por dar a localização do animal e a antena por captar esse sinal e enviar para o PRODAP views, onde estão demarcados os pastos.

Através de um sensor GPS e um mini painel solar o colar, que não precisa ser recarregado, se comunica com a/as antenas que estarão localizadas de maneira estratégica no território da fazenda.

Essa antena se conecta ao PRODAP views transmitindo apenas esse tipo de sinal, o que garante uma boa conectividade e a resposta automática que uma troca de informações constante precisa ter.

Como o rebanho interage com o pasto virtual?

cadastro de pastos no prodap views

No PRODAP views os pastos estão desenhados no mapa da fazenda, essa delimitação é enviada para os colares que, através dos sensores, conseguem ler a informação e dizer para o sistema onde cada animal está.

Caso o GPS do colar identifique que o boi está se aproximado daquela linha imaginária determinada no PRODAP views, alguns sinais são emitidos para ele se afaste.

O primeiro sinal é um sinal sonoro, que começa baixo e vai se intensificando a medida que o animal se aproxima do limite. Esse sinal sonoro age não só no animal que faz uso da coleira mas também nos demais, que estariam próximos, fazendo com que este grupo identifique que há alguma coisa errada.

O segundo estímulo é uma mini descarga elétrica, que é menor do que as já aplicadas pelas cercas elétricas existentes, e atua diretamente no animal que está infringindo o espaço demarcado. 

A cerca virtual funciona justamente porque cria naquele grupo de animais uma espécie de educação no efeito manada que não intefere na sanidade.

Na nossa fazenda teste, percebemos que, do momento em que foi implementado o sistema até a educação completa do rebanho, foram necessários apenas 7 dias para que os animais entendeseem como os sinais (som + choque) interagem entre si e estão relacionados com a movimentação dentro do pasto virtual.

Dessa forma, o comportamento do animal é moldado para respeitar a área demarcada no sistema assim como, quanto maior a educação menor é atuação do colar, uma vez o rebanho precisa de cada vez menos estímulos para compreender a demarcação virtual.

Como a cerca virtual é configurada?

configuração da ação do sistema pode ser realizada da forma com que mais se encaixa na sua realidade. Ou seja, essa distância entre o começo do bip e o choque pode variar de acordo com idade do lote, raça do boi e quantidade de hectares do lote.

No PRODAP views, depois da demarcação do pasto, será possível configurar o espaçamento limite para o começo do sinal sonoro. Assim como, sua intensidade e em quais colares aquela configuração irá atuar.

De mesmo modo, a reconfiguração desses espaços no PRODAP views é muito fácil e intuitiva, possibilitando que o produtor refaça ou desfaça os espaços quantas vezes quiser.

Quais as vantagens do uso da cerca virtual

Além do óbvio corte de gastos que a implementação de uma cerca virtual pode provocar em uma fazenda, os verdadeiros impactos positivos do sistema virão para resolver problemas do dia a dia como a flexibilização do uso da estrutura de cerca e identificação precoce de doenças.

Como a tecnologia ainda está em fase de testes, estamos fazendo pequenos experimentos para medir a eficácia da ferramenta.

Resutados a curto prazo: Integração agricultura-pecuária

Os primeiros ganhos imediatos já foram observados em sistemas de integração agricultura-pecuária, quando há um uso mais breve da estrutura de cercas físicas e por isso, tem-se também, maior trabalho com esse tipo de demarcação.

Identificamos que, ao invés de montar e desmontar a estrutura da área para pastejo, com a cerca virtual é possível fazer uma simples reorganização desse espaço em função dos tamanhos de lote, uniformidade de pastejo ou disponibilidade de forragem a qualquer momento no PRODAP views.

Resultados a longo prazo: Uso prolongado do sistema

Com a mescla entre cerca convencional e cerca virtual, alguns testes já identificam o possível uso da nova tecnologia em qualquer fazenda brasileira.

O papel da cerca convencional, nesse caso, ficaria restrito a pontos chave como demarcação contorno de fazenda, perímetros de retiros e corredores enquanto toda a estrutura interna poderia ser substituída pela cerca virtual.

Nesse teste a fazenda poderia ganhar produtividade financeira, reduzindo os custos além de, novamente, aumentar a flexibilidade do que seria a estrutura física.

O fato de poder fazer alterações a qualquer momento na sua estrutura de pastagem em decorrência da época do ano, condição de chuvas e perfil de gado também abre ao produtor a possibilidade de remodelar o sistema de produção para adequar a condição da pastagem ao melhor desempenho possível de cada lote.

Sanidade Animal

No que se refere à sanidade animal, como o colar coleta muito mais do que apenas geolocalização, alguns outros sensores de movimentação também são ativados. Hoje é possível saber quanto tempo o boi gasta em cada atividade do seu dia a dia, seja no descanso, pastejo, ruminação, ingestão de sal ou água...

Essas informações transmitem uma série de insights sobre a sanidade animal e, juntas, conseguem passar ao veterinário ou produtor como aquele rebanho está reagindo às atividades da fazenda.

Trazer esses insights é importante afinal sabemos que, quando uma doença acomete o bovino, a primeira mudança observada é no seu comportamento. Então monitorar o dia-a-dia do indivíduo é essencial para intervir antes que a patologia se torne um problema produtivo.

Rastreabilidade e Cerca Virtual

De acordo com o dicionário do Giro do Boi, rastreabilidade é a possibilidade de registrar, através de um conjunto de instrumentos, o caminho percorrido por um indivíduo desde sua origem até sua colocação para o consumo final.

Nesse sentido, a implementação de qualquer tipo de reforço na possibilidade de reunir informações eficientes e precisas sobre o rebanho é muito positiva para a regulamentarização do SISBOV.

No que diz respeito a cerca virtual isso não é diferente! Toda a regulamentação para uso do sistema está de acordo com o que a legislação brasileira determina tanto em termos de rastreabilidade quanto de saúde animal.

Quando estará disponível para o mercado?

No contexo geral, essa solução que está em estado de teste, é apenas mais uma das armas que a PRODAP busca ter para diminuir a porcentagem de intuição na pecuária, conduzindo nossa atividade à assertividade da informação.

A fazenda experimental da PRODAP é, antes de tudo, o lugar onde nós podemos aprimorar e aprender qual o nível de complexidade da integração de novas tecnologias à rotina do pecuarista e ao PRODAP views.

A cerca vitual já está implementada nesses lotes em Belo Horizonte - MG mas, por ser uma possibilidade completamente nova, ainda não tem previsão para lançamento no mercado. 

Embora não tenhamos data para inauguração da funcionalidade, no primeiro semestre de 2020 iniciaremos os testes piloto com cerca de 500 animais em duas fazendas comerciais.

A partir daí, com os dados coletados nos testes em fazendas que estão mais próximas da realidade do mercado, teremos previsão de lançamento!

Continue nos acompanhando nas redes sociais para mais informações sobre as tecnologias disrruptivas do PRODAP views, o melhor software de gestão pecuária do mundo.

 

Sobre Mariana Porto

Graduanda em Letras pela UFBA, e desde muito cedo apaixonada pela escrita, entrou no Marketing em 2014 onde viu uma oportunidade de se conectar com as pessoas através da produção de conteúdo. Na PRODAP desde 2018, é apaixonada por tranformar histórias!

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

Fique por dentro das nossas novidades

Inscreva-se em nossa newsletter