Como aumentar o consumo de matéria seca de bovinos de leite?

Para garantir a produtividade das vacas leiteiras, o consumo de alimentos é um ponto fundamental. Saiba como aumentar o consumo de matéria seca e os sinais de uma pista de alimentação inadequada!
por Patrícia Fontes em 03/Dec/2020

Para que uma vaca produza qualquer quantidade de leite, é necessário que ela faça ingestão de alguns nutrientes. Eles são divididos em diferentes tipos e são essenciais para a eficiência na produção. 

Porém, quando há o aumento exacerbado da temperatura, fazer com que estes animais consumam toda a dieta é desafiador.

Veja 5 dicas para aumentar o consumo de matéria seca dos seus animais e conheça sinais de que a pista de alimentação não está adequada!

Saiba mais: Veja a diferença nutricional entre a dieta formulada pelo nutricionista X a consumida pelos animais

4 dicas para aumentar o consumo de matéria seca de vacas leiteiras!

Aumentar o consumo dos animais pode ser um grande desafio! Acompanhe estas 5 dicas que te ajudarão neste problema!

Vacas comendo a dieta

1- Forneça dieta fresca

A dieta total deve estar invariavelmente fresca e disponível ao animal, pois a qualidade da dieta impacta diretamente no consumo de matéria seca e no aumento da produção de leite. 

Além disso, a alimentação frequente tem um impacto positivo sobre a saúde animal em geral.

Mas isso não significa fazer vários tratos ao longo do dia, desde que sempre tenha disponibilidade de alimento no cocho. 

Ou seja, é preciso que haja sobra de alimento com a mesma aparência, cheiro e temperatura da que foi fornecida entre as refeições.

Sendo assim, mexer o trato e deixar ele mais próxima da vaca já é suficiente para estimular o consumo dos animais. 

2- Evite o estresse térmico

Com elevação das temperaturas, os animais podem entrar em estresse térmico.

Quando isso acontece, a frequência respiratória aumenta e a ingestão da matéria seca reduz.

Segundo estudos, em casos moderados, os animais tendem a reduzir o consumo cerca de 10%. Já em casos severos, pode chegar em até 25%.

Veja também: Como agir no manejo dos animais durante o verão para diminuir o estresse térmico das vacas durante a estação.

3- Estabeleça rotina 

Sabemos que vacas leiteiras são animais extremamente metódicos em relação a rotina implantada. 

Desta forma, qualquer alteração no manejo diário, bem como nos horários de manejo, reflete no consumo e no desempenho animal.  

É preciso ter rotina estabelecida de horários, prezar pela qualidade do alimento fornecido todos os dias e, quando necessário, fazer ajustes e alterações nas dietas, mas deve acontecer de forma gradual.

4- Reduzir o esforço 

Para estimular ainda mais o consumo é importante ficar atento a reduzir o esforço das vacas para chegar até o alimento.

Para ter muitas outras dicas de como ter as melhores práticas de manejo alimentar para bovinos de leite, clique na imagem e baixe nosso e-Book!

 

Ebook manejo alimentar para bovinos de leite

Sinais que a pista de alimentação não está adequada

Inchaço por pressão

A pressão feita pela vaca contra a contenção na hora de se alimentar pode causar inchaços em seu corpo.

Para evitar que isso aconteça, a barra de treinamento deve estar 5 cm acima da cernelha da vaca mais alta.

Problemas na escápula

Durante a captura do alimento as vacas podem pressionar as escápulas contra os postes da pista, desenvolvendo lesões ou ficando sem pelo na região. 

O espaço entre o meio da abertura para a cabeça e a barra vertical deve ser, no mínimo, 32,5 cm para evitar estas lesões.

Comida distante das vacas

Este é um dos pontos mais importantes para se atentar. De nada adianta seguir todas as medidas recomendadas para a construção do espaço se a comida não ficar próxima dos animais. 

O esforço da vaca para comer deve ser reduzido ao máximo. Os animais devem ter comida suficiente e de fácil acesso.

Empurre a comida de 5 a 8 vezes por dia

pista de alimentação inadequada

Pele do pescoço alterada

Caso a abertura para a cabeça na pista de alimentação seja muito estreita, as vacas podem apresentar áreas sem pêlos e engrossamento da pele do pescoço. A medida básica para as vacas holandesas adultas é de 22 cm.

Comedouro alto

As vacas devem comer com suas cabeças abaixadas, como acontece quando estão pastando.Se o comedouro estiver alto, elas irão reduzir a mastigação e salivação.

Outro ponto é que o piso do comedouro não pode estar no mesmo nível que o piso em que a vaca está, para facilitar o acesso.

Entre em contato conosco e agende uma visita com nosso time de consultores para avaliar a sua fazenda e conquistar melhores resultados! 

Sobre Patrícia Fontes

Engenheira agrônoma, formada na UEMG. Trabalha com nutrição e manejo de ruminantes e tem grande amor pelo que faz. Atua como consultora de sucesso do cliente na Prodap e não mede esforços para mudar a história dos clientes. 

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

Fique por dentro das nossas novidades

Inscreva-se em nossa newsletter