Vacas, novilhas e bezerras: qual a composição ideal dos rebanhos de gado de leite?

Você tem acertado no manejo, nutrição e sanidade do seu rebanho e mesmo assim o retorno no final do mês tem sido baixo? O problema pode estar na composição do seu rebanho!
por Aline Bernardes em 23/Apr/2021

Estrutura de rebanho nada mais é do que todas as vacas, novilhas e bezerros que compõe o seu rebanho.

É muito importante conhecer a composição do rebanho, pois a relação de vacas em lactação e número total de vacas (matrizes) tem impacto direto na economia da fazenda.

Acompanhe o meu raciocínio...

Um rebanho composto por 10 animais, mas apenas 1 vaca em lactação.

Um rebanho composto por 10 animais, sendo que 5 são vacas em lactação.

Você concorda que, mesmo sabendo que os custos de uma vaca em lactação são maiores, a receita da segunda propriedade para sustentar todos os animais do rebanho será maior, certo?

Quem paga as contas da fazenda são as vacas em produção, então quanto mais vacas tiver, é melhor.

Assim como o quanto antes as novilhas parirem, mais vacas em lactação terá no rebanho e maior será a rentabilidade! 

composição do rebanho leiteiro

Qual é a composição ideal de rebanhos leiteiros?

A composição do rebanho pode variar entre as fazendas levando em conta o tipo de gado e o manejo estabelecido.

A estrutura recomendada para um rebanho adequado é:

  • 64 % do rebanho seja vacas, sendo que destas, pelo menos 83% estejam em lactação
  • 36% seja bezerras e novilhas.

Vamos imaginar um rebanho com 100 cabeças...

Seguindo esta estruturação, teríamos que de 100 animais, 64 seriam vacas (100 cabeças x 64% de vacas), sendo que no mínimo 53 estariam em lactação (64 cabeças x 83% de vacas em lactação)

Este valor recomendado de 83% de vacas em lactação dentre as 64% de vacas totais que devem compor o rebanho é obtido a partir da adoção de uma suposição que o Intervalo de Partos de 12 meses e o Período de Lactação seja de 10 meses:

% VL = PL / IP x 100       

ou seja

% VL = 10/12 x 100

% VL = 83%

Sabendo que:

VL = Vacas em lactação

PL = Período de lactação (ideal = 10 meses)

IP = Intervalo de parto (ideal = 12 meses)

Como monitorar a composição do rebanho?

 Para monitorar a estrutura do rebanho leiteiro, podemos utilizar como indicador a relação Vacas em lactação/Vacas Totais (VL/VT).

composição do rebanho

O Smartmilk, software gerenciamento das atividades de pecuária leiteira, mostra este dado de forma fácil, permitindo uma análise clara da atual quantidade de vacas em produção na fazenda.

Dividindo a quantidade de vacas em produção pelo total de vacas e multiplicando por 100, temos a porcentagem de vacas em lactação que, como vimos, tem como valor de referência 83%.

Este indicador sofre interferência de dois fatores: Intervalo de Partos (IP) e Período de Lactação (PL).

Quando o intervalo entre partos está alto e a período de lactação está baixo, a relação VL/VT é menor, visto que vacas com alto IP ficam um tempo maior secas.

Com relação às vacas com altas PL, mesmo se houver um aumento no IP, haverá uma compensação, já que a vaca produzirá por mais tempo.

intervalo entre partos

Clicando no “i” indicado no programa, é possível ter uma relação detalhada de todos os animais

intervalo entre partos

Conhecer a composição do seu rebanho, aliado a um bom manejo reprodutivo e um software de gestão que lhe ajude a tomar decisões assertivas e fundadas em dados concretos da sua fazenda serão muito importantes para que os resultados do seu negócio sejam de muito sucesso!

Converse com um dos nossos consultores e entenda mais sobre como o Smartmilk pode tornar a sua produção de leite mais rentável! 

Sobre Aline Bernardes

Graduanda em Medicina Veterinária na Universidade Federal de Minas Gerais. Atua como estagiária na geração de conteúdo da cadeia do leite. Acredita que a tecnologia e o conhecimento são fatores-chave para transformar a pecuária no mundo.

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

Fique por dentro das nossas novidades

Inscreva-se em nossa newsletter