]

Confira o que rolou no 1º Prodap Experience de 2020!

Tecnologia aplicada à pecuária, nutrição de precisão, gestão do agronegócio e muito network. Assim foi o 1º Prodap Experience que aconteceu no MS! Confira como foi:
por Mariana Porto em 12/Mar/2020

O Circuito Prodap Experience, nosso evento sobre temas relacionados à pecuária, abriu a sua agenda de 2020, em Campo Grande (MS), na primeira semana de março. Com o objetivo de levar a pecuária 4.0 e inovações do setor para os 4 cantos do Brasil, o Prodap Experience já está na sua sétima edição, o evento explorou um pouco mais a pecuária de corte no Mato Grosso do Sul.

Com isso nomes de peso da cadeia produtiva da região foram convidados a participar das palestras, compartilhando suas trajetórias e vivências de negócio. Confira um pouco do que rolou durante o primeiro Prodap Experience de 2020!

Por que se preparar para a nova pecuária?

O início do evento ficou por conta do Gerente de Sucesso do Cliente da Prodap, Walter Patrizi, que trouxe em sua fala alguns dados sobre a pecuária brasileira comparando o potencial genético do rebanho nacional e as perdas causadas pelo manejo equivocado. Em paralelo Patrizi, que é natural do MS, colocou alguns pontos de atenção para a produção desse estado que é tão representativo para a pecuária de corte brasileira.

'Depois de alguns anos longe do Mato Grosso do Sul, retornei ao meu estado de origem para continuar a desenvolver o meu trabalho em busca da transformação da pecuária. Minha paixão pela nutrição animal me conduziu à consultoria técnica em pecuária de corte. Tive a oportunidade conhecer sistemas de produção de outros países e contribuir diretamente com pecuaristas de, pelo menos, cinco estados da região central do Brasil.'

Sua apresentação abriu os horizontes dos convidados para os resultados positivos que surgem quando a inovação é incorporada à rotina da fazenda.

03 Fatores para melhorar os resultados da sua fazenda

No segundo momento da noite foi hora de explorar os gargalos e sucessos da gestão na fazenda Sonho Azul com o convidado Thiago Vieira, que atualmente ocupa o cargo de sócio-diretor do negócio.

Juntamente com o consultor da Prodap, Murilo Vargas, a palestra tratou desde temas produtivos como fundamentos utilizados para as definições estratégicas de curto e médio prazo e indicadores para gerenciar a fazenda até temas de gestão como a liderança e desenvolvimento de pessoas, focando em playbooks para a resolução dos principais gargalos encontrados.

prodap experience ms

Dentre os indicadores econômico-financeiro Thiago ressaltou que o fluxo de caixa é um dos principais, defendendo que é ele que vai definir se os novos investimentos poderão ser realizados, se a operação pode ser alavancada, se poderemos aplicar uma nova tecnologia para a gestão do negócio ou melhoria da operação.

“Não dá pra falar de pecuária do futuro se a tecnologia não estiver envolvida. A pecuária moderna está intimamente ligada à tecnologia. Não é possível produzir um animal precoce e bem acabado ou um bezerro desmamado mais pesado se os principais fundamentos da produção não forem adequados: manejo pastagem, suplementação, sanidade, reprodutivo, estrutura física (cercas, cochos e bebedouros). Assim como o financeiro deve estar bem alinhado ao produtivo. Não é possível gerir bem um negócio sem conhecer a saúde econômico-financeira ( econômico = lucro/prejuízo — financeiro= saldo em caixa), da mesma forma como não é possível ter um controle econômico-financeiro se não houver um sistema de informação que forneça as informações necessárias para a tomada de decisões, e tudo isso depende do uso de tecnologia.”

Alguns dados sobre os abates do Friboi e seus fornecedores

Essa palestra foi ministrada por um parceiro de longa data da Prodap, o Fábio Dias, Diretor de Relacionamento com o Pecuarista da Friboi, que esteve presente na maioria dos Prodap Experience já realizados e se embasa na sua experiência em mediar esses dois elos da cadeia da carne.

fabio dias no prodap experienece

Fábio Dias conduziu essa parte da noite apresentando dados da pesquisa realizada pela JBS sobre fornecedores da empresa. Foram demonstradas algumas informações gerais sobre como o Brasil tem evoluído nesse processo de finalização. Assim comom o protocolo 1953 está crescendo para possibilitar que marcas de qualidade ganhem destaque na cadeia.

Essa participação também relembrou o pioneirismo do MS que, ainda em 2015, aderiu ao pagamento atrelado à qualidade da finalização, provando que o modelo funciona e permitindo que ele se espalhasse em todo o país.

“Hoje mais de 60% das compras do Brasil são baseadas em pagamento por qualidade mas o Mato Grosso do Sul tem uma posição de liderança. A meta que a gente tinha de ter mais de atingir 50% de carcaça sinal verde e baixar para 5% as carcaças em sinal vermelho já foi atingida no MS”, ressalta Dias.

Hora da troca de experiências

Prodap Experience tem como missão espalhar conhecimento, por isso a hora da troca de experiências é muito importante para nós. É nesse momento que a mesa redonda aparece com a potencialidade de impulsionar os resultados dos pecuaristas presentes, esclarecendo dúvidas e gerando insights.

Os participantes da mesa foram: Guto Dobes, CEO - Lide MS; Marcelo Miranda do grupo Dallas; Murilo Parmezan do grupo ATTO e Natanael Cintra do Boitel Malibu que, mediados pelo nosso gerente comercial Rafael Mendes, responderam às perguntas dos convidados falando sobre os processos dos seus negócios e dificuldades de encontraram para torná-los cada vez mais rentáveis.

circuito prodap experience

Quando perguntado sobre a preparação que fazia e desafios que estava enfrentando para ser um executivo do agronegócio, o Murilo Parmezan do grupo ATTO comentou 'Bom, o primeiro passo é aprender, mas não sem colocar a mão na massa, dando um passo por vez. Fizemos um estudo juntamente com a Prodap para entender qual seria o caminho a seguir. E notamos que existe o problema inicial a ser resolvido que é quanto ao controle, ou seja, o empresário precisa “enxergar” através de relatórios por período (ex. do boi magro ao abate) quais são seus números reais (ganho em arrobas e o custo da arroba produzida).'

Além disso, quando questionado sobre habilidades necessárias para ser um produtor de sucesso Murilo ressalta 'Notei que, na verdade, se fazia necessário mais conhecimento, tecnologia, profissionalização da pecuária como uma verdadeira indústria á céu aberto. O novo executivo do agronegócio precisa, no meu ponto de vista, trazer mais tecnologia para o campo, estar amparado de conhecimento e realmente profissionalizar o trabalho o trabalho e obter melhores resultados'

O evento foi um sucesso, tivemos um recorde de público com interações entre todos as estilos de negócio da pecuária de corte. A próxima edição acontecerá no mês de Maio para marcar a inauguração da nova indústria da Prodap, situada em Barra do Garças, você não pode perder! 

Sobre Mariana Porto

Graduanda em Letras pela UFBA, e desde muito cedo apaixonada pela escrita, entrou no Marketing em 2014 onde viu uma oportunidade de se conectar com as pessoas através da produção de conteúdo. Na PRODAP desde 2018, é apaixonada por tranformar histórias!

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

Fique por dentro das nossas novidades

Inscreva-se em nossa newsletter