Por que e como implementar Software de Gestão para Pecuária?

A coleta e processamento de informações é a chave para aplicar conhecimentos que trarão resultados à pecuária. Esse é o papel do software na sua fazenda! Veja:
por Bruno Rodrigues - 12/12

Imagine você pilotando um avião de grande porte em uma noite tempestuosa e em meio a fortes turbulências. Agora acrescente a esta situação hipotética o fato de que na sua frente não há painel de bordo e resta a você apenas a sua visão do ambiente exterior da cabine.

Sem informações sobre localização, velocidade e condições gerais da aeronave que lhe permitam pilotar o avião com segurança até seu destino final, fica praticamente impossível alcançar seu objetivo, correto?

Situação semelhante a esta é a de se conduzir uma empresa sem um sistema de informação eficaz. Sem um processo de coleta, armazenagem e processamento, que possibilite a transformação dos dados em conhecimento para a tomada de decisão e uma eventual “correção da rota”, o destino final do vôo pode acabar não sendo o esperado.

Você que já sabe que nem só de genética vive a tecnologia pecuária quer saber mais de software de gestão? O que determina a eficácia de um sistema de informação e o que fazer para implantá-lo? Segue abaixo algumas dicas:

Funções Básicas de um Sistema de Informação

Um bom software deve possibilitar a transformação dos dados em conhecimento. Por isso que eles buscam ser cada vez mais intuitívos e úteis, justamente para evitar um grande erro que várias empresas cometem. Que é o de se confundir uma “montanha de dados” com um sistema de informação.

Na “montanha de dados”, há muitos registros sem utilidade, que não servem de base para a tomada de decisões. A organização e compilação dos registros não segue um padrão e não obedece a premissas que garantem a agilidade necessária para o tratamento dos dados e para a segurança e precisão da informação.

Determinando a eficácia do sistema

Por isso, para que seja eficaz, o software deve garantir:

  • Agilidade – O Acesso, o tratamento e a análise de dados no menor tempo possível, através de bases consolidadas e bem organizadas;
  • Segurança e Precisão – A confiabilidade e a precisão dos registros, garantida por processos bem definidos de coleta, inserção, tratamento e auditamento;
  • Utilidade – O aproveitamento dos dados, com definições claras sobre quais informações devem ser geradas, para quem e com qual propósito.

 É super importante ressaltar que deve haver um comprometimento da equipe para lançar esses dados corretamente. É impossível que o software trabalhe bem e reflita alguma situação de forma precisa se os dados ali informados não forem precisos.

Por isso, a implementação e eficácia do sistema de informação dentro da sua fazenda vai depender também do quanto a sua equipe está disposta e treinada à interagir com a tecnologia.

Passos para implementação de um software para pecuária

 

1. Planejamento

Para atender a cada uma das premissas acima e obter um sistema de informação eficaz, a etapa de planejamento é um passo crucial.

A primeira noção importante que você tem que ter aqui é que o planejamento deve ser pensado de trás pra frente. Ou seja, dos fins para os meios.

Você precisa saber onde quer chegar para definir como vai chegar, certo? Detalhando melhor, o planejamento deve funcionar da seguinte forma:

  • Definir quais informações devem ser gerenciadas pelo sistema de informação? – Agora que você já tem um caminho a seguir, é importante definir o que você quer medir de desempenho da sua fazenda. Quais os principais indicadores e metas devem suportar as tomadas de decisão?

  • Definir quais métodos serão utilizados para apurar os resultados – Quais cálculos, consultas e lógicas devem ser realizadas para gerar as informações anteriores?

  • Padronizar o processo de coleta de dados – a coleta, tratamento e inserção dos dados devem garantir a segurança, precisão e atualização constante da informação. É aí que entra a forma com que você vai gerir a sua equipe para lidar com o software.

 

Implantação

Realizado o planejamento, a implantação de um sistema de informação só será possível caso três fatores chaves interajam em perfeita sincronia – Processos, pessoas e software.

Os processos possibilitarão que a coleta e a inserção dos dados seja realizada de forma correta, ajudando a garantir a segurança e precisão da informação.

As pessoas serão responsáveis por abastecer o sistema e mantê-lo atualizado

O software, é a tecnologia que suportará todo o sistema, auxiliará na segurança e precisão dos dados. Assim, posteriormente, possibilitará a análise e tratamento dos registros, otimizando a transformação do dado em informação e da informação em conhecimento.

 

FOTO 1

Processamento de animais com a utilização do software TAURUS

 

Para que seja eficaz, um sistema de informação deve ser útil, ágil e seguro e o sucesso de sua implantação dependerá da forma como seu planejamento será feito – dos fins para os meios – e dos fatores chaves compostos pelos processos, pessoas e software.

Softwares para pecuária de carne e leite

Carne

Um bom exemplo de um sistema de informação é o TAURUS, mais avançado software de gestão da pecuária de corte do Brasil. Desenvolvido em parceria com fazendas referência, o TAURUS incorpora ao negócio de pecuária, a eficiência de processos benchmark.

Com módulos integradosReprodução, Recria e Engorda, Confinamento, Automação do Trato, Rastreabilidade e Integração com ERP’s –possibilita o trabalho simultâneo de várias equipes de campo off-line, o acesso mobile aos indicadores produtivos e o controle individual dos animais.

Sua implantação é realizada na fazenda e já envolve a capacitação da equipe e padronização de processos. A gestão eficaz dos indicadores produtivos realizada pelo TAURUS, garante aos empresários agilidade e assertividade às tomadas de decisões.

imagem 2

Tela de previsão de Abate (o TAURUS possui interface simples e amigabilidade com os usuários)

Untitled

Previsão de Consumo / Escore no cocho (o TAURUS também permite a gestão de todo o ciclo produtivo: do nascimento ao abate)

Leite

O SmartMilk é um software de vai atuar na gestão e integração de dados da fazenda. Um dos grandes beneficios do Smartmilk é capacidade de integrar com os principais sistemas de ordenha (como Delaval, GEA, Boumatic, etc) e sistemas de medição de atividade do seu rebanho  (detecção de cio), portões de separação, alimentador automático e robôs.

 

Além de que com o auxilio de um aplicativo mobile, você faz tudo de forma rápida e segura, mesmo sem acesso a internet.

Quanto ao nosso piloto, descrito logo no início deste artigo, sem o painel de bordo, é possível até realizar a decolagem do avião. O grande desafio, porém, estará em manter o vôo e alcançar o “destino” pretendido, sem os dados necessários.

Por isso um software é essencial para o sucesso de uma empresa: sem informações sobre o desempenho e a performance de aspectos essenciais do negócio, o processo de tomada de decisão fica comprometido e torna-se muito difícil saber se o avião (empresa) está com o “bico para cima ou para baixo”.

Na grande maioria dos casos, a falta de um sistema de informação eficaz, acaba refletindo negativamente no “vôo” do resultado financeiro do negócio.

Sobre Bruno Rodrigues

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

Fique por dentro das nossas novidades

Inscreva-se em nossa newsletter