]

Principais Indicadores de Desempenho Financeiro de uma Fábrica de Ração

Monitorar os resultados da sua fábrica para atingir uma gestão previsível, barata e eficiente é um desafio para os empresários do ramo. Uma das formas de avaliar a gestão é através dos indicadores financeiros, você os conhece?
por Maria Eugênia em 05/Apr/2019

No Brasil existe uma série de problemas econômicos que impactam diretamente no setor produtivo das fábricas de ração. Pelo fato das fábricas viverem em um ambiente de elevada pressão para conseguirem sobreviver, além de necessitarem de produtos melhores, elas precisam ser adaptáveis às mudanças e serem inovadoras.

Com isso, torna-se necessário a implementação de sistemas de gestão com indicadores focados em melhorar os resultados da sua fábrica e são eles que monitoram das atividades da fábrica. Isto significa coletar informações relevantes e disponibilizá-las para que os gestores estudem e tomem as decisões corretas, trazendo resultados positivos para a fábrica.

Indicadores Financeiros na Prática

Portanto, indicadores são extremamente importantes para a gestão financeira da fábrica de ração. Eles trazem à tona as informações necessárias para que se possam analisar os resultados com objetivo de melhorá-los continuamente e principalmente auxiliar o gestor no processo de tomada de decisão.

O empreendedor nunca deve perder de vista a avaliação dos resultados de seu negócio. Com os indicadores de desempenho financeiro torna-se viável realizar um breve diagnóstico de como está à saúde financeira da fábrica, conseguindo ter tempo para consertar pequenos desvios de rota que possam ocorrer. Saiba de alguns indicadores que você tem que acompanhar:

Faturamento Bruto

Este indicador é importante porque indica quanto dinheiro vai entrar na organização, ou seja, o faturamento corresponde ao somatório dos ganhos que foram obtidos em dado período. É essencial saber o quanto se está vendendo em seu mercado: se este indicador estiver abaixo do pretendido, o empreendedor deve buscar novos clientes, reter os existentes e repensar suas estratégias comerciais.

Custos Fixos

Um dos indicadores que não podem jamais sair do controle é o que se refere aos custos fixos. Estes significam os custos que não variam, mesmo com as alterações de volume de produção, para mais ou para menos. Em muitos casos, os custos não são conhecidos de forma adequada pela equipe da fábrica e em muitos casos, nem mesmo pelo gestor. O aumento dos custos fixos sem acompanhar o aumento das vendas poderá ter efeitos muito prejudiciais ao final do período.

Prazo Médio de Recebimento (PMR), Prazo Médio de Estoque (PME) e Prazo Médio de Pagamento (PMP)

Eles ajudam a entender melhor a situação financeira de sua fábrica em relação ao recebimento de valores e saídas de caixa. Assim, eles podem indicar a situação de seus valores disponíveis no futuro, permitindo fazer previsões de caixa. Esses índices auxiliam a verificar qual o tempo médio em que a empresa costuma receber suas vendas, qual o prazo médio para pagamento de suas compras e quanto tempo em média a fábrica gira seu estoque. Todos esses indicadores são medidos em dias corridos. Essa informação é importante para entender a política de crédito usada pela empresa e como ela está afetando seu caixa.

EBITDA

Traduzindo significa Lucro Antes dos Juros, Impostos, Depreciação e Amortização. A margem de EBITDA é um indicador que possibilita analisar a capacidade de geração de caixa, ou seja, mede a performance operacional do negócio desconsiderando a influência das despesas e receitas financeiras, como por exemplo, o pagamento de juros ou ganhos de capital obtidos em aplicações financeiras.. Além de possibilitar a comparação direta entre empresas do mesmo segmento.

CPV/RL

O CPV calcula os custos diretos da fábrica na produção de produtos que foram comercializados em um determinado período. Para isso, além dos gastos específicos da operação, entram nestas contas os saldos inicial e final do estoque.

A relação com a receita líquida significa o quanto da minha receita está comprometido com meus custos diretos de produção, como por exemplo, compras de matéria primas e sacarias. Como normalmente está proporção é bem elevada em fábricas de ração, precisamos estar monitorando constantemente esse indicador visto que qualquer variação no mesmo há um grande impacto no resultado final do negócio.

Os números e resultados de sua fábrica vão lhe mostrar o que está dando certo e permitir que você elimine erros que seu negócio possa apresentar, em vez de apagar incêndios no futuro e contribuir cada vez mais para que o foco seja no planejamento.

Sobre Maria Eugênia

Graduada em Gestão do Agronegócio pela Universidade Federal de Viçosa - UFV e pós graduada em Finanças pela Fundação Dom Cabral - FDC. Atuando há 3 anos no mercado de fábricas de ração implementando a Solução Total Prodap na diretoria de Sucesso de Cliente.

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

Fique por dentro das nossas novidades

Inscreva-se em nossa newsletter