Raça de gado de corte: conheça as melhores e mais produtivas do Brasil

A pecuária de corte é influenciada pela escolha da raça de gado, mas também pela qualidade do solo e outros fatores. Te explicamos tudo neste artigo, confira!
por João Vitor Fernandes em 09/Feb/2021

A pecuária é um dos negócios mais rentáveis do país, contudo uma boa gestão e o controle do rebanho é essencial para o sucesso de uma fazenda. É necessário saber quais são as melhores práticas, estar sempre atualizado sobre tecnologias e, principalmente, conhecer a fundo as melhores raças de gado de corte.

Entender qual é a raça certa para a fazenda na qual você trabalha pode melhorar significativamente os resultados. Isso porque, cada raça se adapta de uma forma aos diversos biomas brasileiros e apresenta resultados diversos de produção. 

Portanto, para escolher a melhor raça de boi é preciso levar em consideração se aquela raça irá se adaptar bem ao clima da região e ao modelo de fazenda de corte que você trabalha.

Quais são as raças de gado para o confinamento? Qual ganha peso mais rápido? Qual o melhor gado para engorda a pasto?  É só continuar a leitura e conhecer as 08 melhores raças de gado de corte do Brasil.

Gado de corte

Como criar gado de corte?

As palavras chaves para esta pergunta são: gestão eficiente e controle de rebanho. Afinal, é preciso definir qual o melhor tipo de pasto, fazer o acompanhamento do ciclo completo, definir uma dieta personalizada, o tipo de cocho ideal, entre vários outros fatores.

Abaixo listamos alguns dos principais pontos que você precisa se atentar:

  • Pesquise e invista em melhoramento genético;
  • Estude a fundo os ciclos de criação do bovino;
  • Cuide do manejo nutricional do rebanho;
  • Tenha cuidado com a infraestrutura necessária para a atividade;
  • Escolha a raça de boi que seja adequada à região da fazenda em que você trabalha.
  • Entenda quais são as expectativas do pecuarista e escolhe a raça que melhor atende-la;

Estes dois últimos itens são os mais importantes! Isso porque, para ter bons resultados com a pecuária e atender as expectativas de negócio da fazenda é necessário fazer uma boa escolha do gado de corte que será criado.

Melhores raças de gado para engorda a pasto

A engorda a pasto é responsável pela competitividade da pecuária brasileira. Ela permite que o custo da produção seja mais baixo em comparação com o confinamento, por exemplo, aumentando assim a lucratividade.

A escolha por este tipo de engorda passa pela qualidade do solo, o tipo de pastagem e a escolha do gado. As raças de boi zebuínas costumam ser as mais adequadas para a engorda a pasto por se adaptarem às altas temperaturas e a umidade em períodos de chuva.

Deseja fazer a engorda a pasto? Forneça a forragem ideal, atentando-se para o manejo correto e preservando sempre a manutenção da fertilidade do solo e a pressão de pastejo, colocando a quantidade adequada de animais em cada pasto.

Raças de gado para confinamento

No caso do confinamento é possível utilizar qualquer raça de gado para corte. No caso das zebuínas são mais resistentes a parasitas e estão mais adaptadas ao clima brasileiro, porém, possuem um ganho de peso mais lento. 

Já as raças taurinas ganham peso com mais facilidade, contudo você terá que investir em um sombreamento no confinamento e em um bom antiparasitário, o que faz com que o custo aumente. 

Portanto, a raça de boi ideal para o confinamento é aquela que melhor se adapta ao clima da região da fazenda

Dica para obter a melhor raça de boi para engorda

Pesquise sobre o cruzamento industrial e o melhoramento genético para que a fazenda que você trabalha tenha uma raça de gado para corte com um ganho de peso rápido, que se adapte bem ao clima brasileiro e seja resistente ao ataque de parasitas.

Mas afinal, quais são as 08 melhores raças de gado de corte do Brasil?

Abaixo segue, então, a lista das 08 melhores raças de gado para corte do Brasil com todas as suas peculiaridades e necessidades. Siga a leitura e aproveite. 

1- Angus

Destaque entre as raças taurinas, a Angus é bastante conhecida pela qualidade e excelência da carne que produz.

Raça de origem européia, ela se adaptou muito bem ao clima brasileiro e é resistente ao ataque de carrapatos e a enfermidades. 

O grande destaque da raça Angus é a fertilidade e a precocidade, tendo em vista que os animais atingem a puberdade e a fase de corte mais cedo.

angus

2- Nelore

A raça de boi Nelore é responsável por 80% da produção de carne no Brasil.

De origem indiana, essa raça se adapta muito bem ao clima tropical brasileiro e consegue produzir com qualidade em todas as regiões do país.

A Nelore é tão procurada pelos pecuaristas, porque adapta-se a altas temperaturas, possui resistência natural a parasitas e conseguem ter uma longevidade reprodutiva maior.

nelore

 3- Brahman

Outra raça que se adapta a climas quentes e frios, o Brahman é bastante utilizado no cruzamento com o Nelore, devido a sua cooperação genética para o ganho de peso e a qualidade da carne.

Caso a estratégia da fazenda seja investir em cruzamento industrial, essa é uma boa raça. 

brahman 

4- Brangus 

O Brangus é o resultado do cruzamento entre as raças Brahman e Angus. O objetivo era aumentar a rusticidade e a marmorização da carne.

Eles também apresentam precocidade sexual e são resistentes a parasitas.

Essa raça é bastante utilizada em confinamentos, devido ao seu ganho de peso elevado e a dificuldade a se adaptar a clima tropicais, o que dificulta uma engorda a pasto.

brangus

5- Senepol 

Essa é uma raça de gado de corte que chegou ao Brasil nos anos 2000. Estes animais apresentam crescimento rápido e ciclo de engorda mais curto.

O Senepol possui uma grande capacidade de transformar o pasto em carne, ou seja, transformar proteína vegetal em proteína animal, o que faz com que ele fique pronto para o abate rapidamente

Essa raça é altamente adaptável ao calor, à umidade e também são resistentes à parasitas e possuem boa qualidade reprodutiva.

Estas características fazem com que os animais da raça Senepol ganhem cada vez mais espaço na pecuária de corte brasileira.  

senepol

6- Hereford

Essa é uma raça de gado de corte com excelente capacidade de engorda, chegando ao fim do ciclo em 20 ou 26 meses, em média. São animais de grande porte e boa estrutura muscular, porém, mochos e dóceis no campo. 

Conhecido como raça básica, eles se destacam pela longevidade e adaptabilidade aos diversos sistemas reprodutivos. Além disso, eles apresentam boa eficiência alimentar, o que facilita o processo de engorda.

hereford

7- Tabapuã

Chegamos agora ao “Zebu Brasileiro”!

Resultado do cruzamento entre zebuínos, Nelore, Gir e Guzerá, o Tabapuã é um gado de grande porte com pelos claros, curtos e finos.

O grande destaque desta raça é a docilidade, o excelente rendimento e o ganho de peso, muito importante na pecuária de corte.

tabapuã

8- Canchim

O Canchim foi criado, a mais de 65 anos, do cruzamento entre o  Zebu e o Charolês, com o objetivo de alavancar a pecuária de corte no Brasil.

Outra raça que funciona muito bem no cruzamento industrial, ela aguenta as altas temperaturas e possui boa reprodutividade

canchim

Como vimos, o sucesso da pecuária de corte passa pela escolha e a criação correta da raça de gado de corte. A engorda é outro processo fundamental e para isso, a pastagem correta é fundamental.

Por isso, contar com uma solução como o PRODAP views master, pode ajudar ainda mais a potencializar os seus resultados com essa técnica.

Converse com um dos nossos especialistas e saiba como ter melhores resultados no seu negócio com o Prodap Views 

Sobre João Vitor Fernandes

Jornalista e pós-graduando em marketing digital, gestão e negócios.

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

Fique por dentro das nossas novidades

Inscreva-se em nossa newsletter