]

O bebedouro impacta no ganho de peso do gado? Como resolver com o Prodap views?

O cocho para água ou bebedouro é de extrema importância para manter a dieta do seu gado e garantir o ganho de peso. Veja o motivo e como o software Prodap views pode te ajudar:
por Thais Marcatti em 19/May/2020

Você sabia que um dos primeiros sintomas da restrição de água em bovinos é uma queda drástica na ingestão de alimentos? A falta de água, muitas vezes causada pela má gestão de bebedouros, ocasiona a redução do consumo de matéria seca que faz com que o gado tenda a perder peso e o desempenho, levando a redução da produção de carne, além de ocasionar alterações digestivas e distúrbios metabólicos.

No animal adulto, a água constitui cerca de 55 a 70% do peso vivo, chegando de 80 a 85% no animal jovem e até 90% no recém–nascido, isso mostra que o consumo de água torna-se prioridade em relação ao alimento. 

Funções da água no organismo dos bovinos

A água possui funções vitais no organismo, como:

  • Regulação da temperatura corporal;

  • Transporte de nutrientes e metabólitos;

  • Digestão e metabolismo de nutrientes;

  • Manutenção da pressão osmótica intra-celular;

  • Equilíbrio ácido-básico: homeostase orgânica;

  • Papel essencial na umidificação, lubrificação;

  • Meio de diluente e solvente para as reações químicas.

gestão bebedouro para gado de corte com software prodap

Fontes de água

Os animais conseguem água através de 3 mecanismos:

  1. Água de bebida, que representa de 70 a 95%;

  2. Água proveniente dos alimentos, que representa de 10 a 20%;

  3. Água metabólica, que representa de 5 a 10%.

Sabemos que um animal adulto consome 2,5% de matéria seca do seu peso vivo e que a ingestão de água é de aproximadamente 4 litros de água/kg de matéria seca ingerida, ou seja, a cada 1kg de matéria seca consumida, o boi vai beber 4 litros de água.

Considera-se uma exigência de 10 a 12 litros de água para cada 100 kg de peso vivo. Lembrando que essa ingestão de água pode variar de acordo com a dieta fornecida e o ambiente em que o animal se encontra.

Falamos um pouco mais sobre isso no nosso webinar: A importância da água para bovinos de corte e leite.

 

Como qualidade da água ou má gestão de bebedouros influencia no meu faturamento final?

impacto de bebedouros e aguadas para bovinos de corte


Para entender mais sobre esses estudos, acesse o webinar

Para responder à pergunta 'Como qualidade da água ou má gestão de bebedouros influencia no meu faturamento final', vamos criar um cenário fictício...

Vamos supor que você tenha uma pequena propriedade com 10 bebedouros e alguns deles estejam inapropriados para consumo, com a água suja, estrutura pouco convidativa para o rebanho ou até quebrado. Nessa sua propriedade tem 2 lotes com 150 cabeças cada, com 450 kg de peso vivo.

Em um lote você está oferecendo água de qualidade para o rebanho e em outro não. Vamos fazer uma conta bem simples para termos ideia do quanto essa escassez ou falta de qualidade vai influenciar no ganho de peso final.

Nesse lote em que os animais tiveram acesso à água mais limpa comeram mais, ingerindo a quantidade 13kg de MS/cab/dia, enquanto o rebanho que ingeriu água suja ingeriram 11,7kg. Essa diferença de 1,3 kg de MS/cab/dia representou menos 280g/dia de ganho de peso. Como é um lote de 150 animais , isso acarretou a 42 kg.

Já imaginou fazer esse cálculo no ano?

 

Considerando essa perda de 280g/dia durante 365 dias, teríamos 102,20 kg, e trabalhando com o preço do arroba em R$6,50/KG, temos uma perda R$664,30 por animal. Se fosse contabilizar o lote com 150 animais, seria uma perda de quase R$100.000,00. Impactante não é?

Infelizmente, a água é um dos alimentos que muitos pecuaristas deixam de lado na fazenda, sobretudo, esquecem de avaliar sua disponibilidade e a qualidade, no qual está sendo fornecida aos animais.

Já parou pra pensar quantas vezes você pecuarista ou seu funcionário, já visitou o bebedouro dos seus animais para fazer essa avaliação de disponibilidade e qualidade?

E os problemas de sanidade que você tem enfrentado, será que realmente o motivo de origem seria através de um erro no manejo nutricional e sanitário ou seria hídrico?

É preciso que o manejo hídrico se torne uma prática cotidiana, assim como o manejo nutricional, reprodutivo e sanitário são feitos.

Mas como ter essa gestão diária na fazenda sobre essa aferição da aguadas e bebedouros para gado de corte?

Fácil.

A gestão de bebedouros e aguadas com o software de gestão pecuária da Prodap.

Com o Prodap views, você consegue fazer esse lançamento de dados através de um aplicativo, no qual pode ser realizado de maneira off-line e através da visualização do bebedouro informe se o mesmo tinha água disponível no pasto e sua qualidade.

Confira como é fácil esse passo a passo:

gestão de bebedouros com o software para fazendas prodap views

E mais, você pode fazer o acompanhamento em tempo real de todos os bebedouros disponíveis na fazenda, evitando que aquele prejuízo financeiro impacte oslucros do negócio. 

O vaqueiro ou encarregado lança a informação no sistema e você, em apenas alguns cliques, verifica a data em que foi feita a apuração do bebedouro e quais os parâmetros em relação a qualidade e disponibilidade da água, ou seja, se o seu rebanho realmente consumiria o nutriente dele!

Veja só como essa funcionalidade te ajudará a ter uma visão mais clara sobre como tem sido o manejo da aguada da sua fazenda:

bebedouros através do software de gestão para gado de corte prodap views

O Prodap views chegou para olhar para todos esses grandes detalhes que se acumulam como bolas de neve na maioria das fazendas brasileiras, impactando o potencial de ganho do nosso rebanho e a lucratividade do negócio. 

Peça uma demonstração do Prodap views e veja como ele seria útil na sua propriedade, é só deixar sua mensagem aqui que entraremos em contato!

Sobre Thais Marcatti

Graduanda em Medicina Veterinária pela Newton Paiva, envolvida com a pecuária de corte desde Março de 2020, focada em transformar a pecuária no mundo e a história dos pecuaristas. Atualmente estagiária da Cadeia da Carne da PRODAP, onde começou a desenvolver seu trabalho.

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

Fique por dentro das nossas novidades

Inscreva-se em nossa newsletter