Recria de bezerros a pasto: 4 Motivos poderosos para começar

A fase de recria é fundamental para aumentar a lucratividade do corte. Veja porque começar a aplicar a técnica com bezerros a pasto vai alavancar sua fazenda!
por Guilherme Abud em 10/Dec/2018

A especialização em recria de bezerros é uma possibilidade interessante, a ser considerada pelos pecuaristas de recria e engorda a pasto.

Ela consiste na eliminação de parte do ciclo produtivo, finalizando-o na recria, com a venda ou cessão do animal para um sistema de engorda confinado.

Com a devida análise das variáveis da região, a especialização possibilita um maior giro de estoque, que pode compensar um menor resultado por animal, quando comparado com o sistema de recria engorda com ciclo completo.

Isso faz com que a geração de caixa em termos absolutos, tenha potencial para ser igual ou superior, na mesma área, desde que realizados os estudos de viabilidade financeira.

Além da possibilidade de maior lucratividade, a especialização em recria também apresenta menor complexidade de operação. Quer saber mais? Confira abaixo 4 benefícios gerados por esta estratégia:

bezerros a pasto

1 – Maior Giro de Estoque

O raciocínio é simples. Um ciclo completo de recria e engorda a pasto, se inicia com o animal desmamado e finaliza-se com o seu abate.

Destacando que, durante este período, o animal necessita de um ganho de peso de cerca de 330kg  (180kg – 510kg).

Quando ocorre a especialização em recria, este ciclo é reduzido, pois se finaliza com a venda ou a cessão do animal a um sistema de engorda, e o ganho de peso do animal durante esse período se reduz para cerca de 200kg (180kg – 380kg).

Desta forma, é possível girar até 2 vezes mais o estoque, quando comparado com o sistema de recria e engorda a pasto.

Somado a isto, ainda você ainda tem a vantagem de que o animal em recria, com um peso de cerca de 270kg, é 30% mais eficiente para converter pasto em carcaça em relação a um animal de 450kg.

Assim, além do ciclo produtivo ser reduzido, o volume de vendas se eleva, otimizando o resultado do negócio.

2 – Aumento do Suporte

Sabe-se que o animal tem um consumo diário de cerca de 2,5% de seu peso vivo de forragem.

Desta forma, com um rebanho mais leve, o sistema de recria pode suportar em torno de 28% a mais animais na mesma área, em comparação ao que suportaria o sistema de recria e engorda a pasto.

Aliado ao maior giro de estoque, esta vantagem possibilita elevar ainda mais o volume das vendas, impactando positivamente nos resultados.

pecuarista

3 – Alívio da Carga nas Secas

A especialização em recria permite outro grande benefício, que otimiza ainda mais a produtividade deste sistema.

Trata-se do alívio da carga nas pastagens quando a forragem encontra-se em seu estado mais crítico, durante o período das secas.

A ideia é que se trabalhe o desempenho do animal para que este esteja com o peso ideal para ser vendido ou cedido a um sistema de engorda confinada durante o período das secas.

Isto possibilita a elevação do suporte da fazenda no período das águas. 

Afinal, durante o período das secas, a fazenda estará com o rebanho reduzido e não há necessidade de reservar massa de forragem para todo o rebanho.

Somado a isso, existe a possibilidade de aproveitar oportunidades de compra para reposição, que pode ser realizada no período das secas, caso haja estoque de forragem disponível.

O gestor pode ainda se valer do confinamento de bezerros, elevando ainda mais a produtividade do sistema e alavancando os resultados do negócio.

4 – Especialização de atividade

Por último e não menos importante, a especialização em geral, independente da natureza do negócio, permite ganhos de produtividade.

Quanto mais você tem maior foco e domínio da atividade, menor é a complexidade da operação e, consequente, maior facilidade de coordenação e gestão.

Com isso, é possível observar, em última instância, ganhos na redução de custos, que é uma importante alavanca de incremento de resultados.

animais em recria

A especialização em recria, em detrimento do sistema produtivo de recria e engorda a pasto, é uma escolha inteligente.

Ela possibilita uma série de benefícios que passam pelo maior giro de estoque, alívio da carga nas secas, aumento do suporte da fazenda e vantagens da especialização.

Se bem gerido, os benefícios gerados por este sistema produtivo tem grande potencial para gerar maior lucratividade de forma menos complexa, otimizando os resultados do negócio ao permitir, principalmente, maior volume de vendas.

Converse com um dos nossos especialistas e veja como alcançar melhores resultados no seu negócio!

Sobre Guilherme Abud

Apaixonado em transformar a realidade de seus clientes através de resultados financeiros sustentáveis.

Adoro desafios! Frases como 'não pode' ou 'não dá' não fazem parte do meu vocabulário.

Zootecnista, MSC.

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

Fique por dentro das nossas novidades

Inscreva-se em nossa newsletter