Gestão com o Prodap views: Manejo de Pastagem x Desempenho Animal

A funcionalidade manejo de pastagem, do software de gestão Prodap views, garante que o animal esteja numa área com pastagem de qualidade para que ele expresse todo seu potencial produtivo, veja como:
por Nathalia Pires em 20/May/2020

Você sabe que o desafio para produzir carne no Brasil é muito grande, os custos são elevados e o mercado nem sempre acompanha essas altas. A consequência disso é que a margem de ganho do pecuarista reduziu em torno de 44% nas últimas décadas.

Se essa tendência de queda na margem prolongar para os próximos anos o pecuarista sairá da atividade num médio ou longo prazo, Nathália?

A minha resposta para essa pergunta é DEPENDE. 

Muita das vezes, não conseguimos controlar os fatores externos, ou seja, da porteira pra fora, como é o caso dos custos inerentes à produção. Mas, por outro lado, é possível otimizar os processos da porteira pra dentro. Pensando nisso a tecnologia, com seu perfil exato, produtivo e facilitador se torna um meio importantíssimo para garantir a perenidade do negócio.

E nos últimos anos, a nossa equipe interna de desenvolvedores de sistemas, direcionou seus esforços à criação do Prodap views Master, o software de gestão para a pecuária de corte da Prodap, que visa empoderar o vaqueiro e direcionar ao gestor os pontos que precisam ser melhorados nas atividades de rotina da fazenda.

Estudos mostram que nas últimas décadas houve uma queda significativa nas áreas destinadas às pastagens aqui no Brasil e que, em contrapartida, observou-se aumento na taxa de lotação, ou seja, um maior número de animais por hectare, como mostra o gráfico a seguir:

gráfico de pastagem X lotação animal por hectare no brasil

Esse é um fenômeno interessante porque mostra um aumento progressivo na produtividade ao longo do tempo. Além disso, esses número mostram um melhor aproveitamento do solo que, de um modo geral, vem comportando mais animais ao mesmo tempo e impulsionando o ganho de peso médio dos mesmos.

Quando analisamos a média nacional a produtividade é de 3,5@/cab./ano, enquanto que, nos diagnósticos realizados nos últimos 10 anos aqui na Prodap essa média sobe um pouco, representando 4,03@/cab./ano e com o trabalho que desempenhamos dentro das fazendas conseguimos alavancar esse número em até 10@/cab./ano.

Lembrando que o potencial produtivo dos animais pode chegar até 12@/cab./ano, ou seja, mesmo com essa característica da curva de produtividade ascendente o desempenho médio dos animais criados à pasto ainda é muito pequeno.

Além disso, dados mais recentes da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (ABIEC), mostram que o número médio de abate no Brasil é de 43,3 milhões de cabeças de gado frente a um rebanho médio do país de 213,68 milhões. Isso comprova um baixo desfrute da atividade, de 20,26%, que está diretamente relacionada ao baixo desempenho animal, ou seja, a alavanca para gerar re$ultado dentro da fazenda é sim o desempenho produtivo.

Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (ABIEC)

E aí eu te pergunto: por que isso acontece, visto que temos excelentes extensões de área, clima favorável e boa distribuição de pluviométrica ao longo do ano?

Motivos pelos quais o gado não desempenha bem a pasto no Brasil

Bom, a explicação está na falta de um gerenciamento eficiente na rotina das atividades da fazenda. 

Não entendeu?!

Veja a figura abaixo:

Desafios produtivos da pecuária de corte

Todo animal tem um potencial genético inerente que permite expressar o seu ganho de peso. No entanto, na medida que negligenciamos esses fatores acima relacionados à rotina, o animal vai perdendo progressivamente seu potencial produtivo e diminuindo a possibilidade de expressar sua genética. 

Ou seja, cada tópico desse, se negligenciado faz com que o seu rebanho perca em produtividade e que sua fazenda perca em faturamento.

Manejo de pastagem com o software de gestão pecuária Prodap views

Hoje, focaremos em apenas um desses aspectos do gerenciamento da rotina: o manejo da pastagem,  veremos como o Prodap views Master tem auxiliado a equipe de campo e os gestores em mais de 280 fazendas no Brasil, a melhorarem a interação solo-animal-planta.

Sabemos que o fator pastejo, ou seja, a dinâmica de entrar e sair com animais de uma determinada área, é de suma importância para manter a produtividade e a qualidade da forragem, além de preservar o solo da fazenda, seja na fase de implantação ou mesmo após a pastagem estabelecida. 

Quando essa lotação de animal na área é mal conduzida, podemos observar um subpastejo ou um superpastejo, e as consequências negativas disso são baixo aproveitamento da área disponível e uma queda no desempenho animal, respectivamente.

Por outro lado, se é feito um ajuste na taxa de lotação os ganhos/área melhoram e isso faz com que a fazenda tenha um bom giro de estoque.

Nesses aspectos, a funcionalidade manejo de pastagem, do Prodap views Master, garante que o animal esteja numa área com pastagem de qualidade para que ele expresse todo seu potencial produtivo.

Além disso, ao manejar muito bem a cobertura do solo minimizamos o processo de degradação do mesmo e mantemos níveis significativos de água no lençol freático, proporcionando a sustentabilidade das interações existentes. 

Como fazemos a gestão e manejo do pasto com o sistema?

Um dos principais pontos aqui é a autonomia dada ao vaqueiro para tomar decisões ligadas à rotina da fazenda, pois é ele que está no dia a dia e conhece de perto todos os processos dessa rotina. 

Então, é feito todo o treinamento da equipe de campo de forma que seja conduzida a gestão da altura da forrageira tanto para o pastejo comum quanto para o rotacionado, seguindo os parâmetros de altura de entrada e saída específicos de cada forragem.

No software, é possível fazer coletas de entrada, saída e de aferições de forma offline. Além disso, o vaqueiro lança mão da caderneta e todas as coletas de altura da forragem são feitas pelo celular, esse é um ponto bastante importante que já exclui a possibilidade de erro de anotação ou perda de informações.

Para fazer a medição, basta escolher três ou mais locais dentro do pasto, medir e registrar dentro do aplicativo do Prodap views Master que retornará com a média nesses dados. Veja:

altura de capim com sistema de gestão para fazendas

Ao final do dia ou ao final da rotina, temos a ‘cereja do bolo’. Já em área, com internet, os dados coletados são sincronizados com a plataforma web e o gestor consegue analisar de onde estiver, de maneira visual e sistêmica, o que está acontecendo à campo.

Esse é o diferencial que vai amenizar impactos e gerar aumento de produtividade para o seu negócio, o “retrato da fazenda” que o gestor tem com o Prodap views web permite que, de uma forma muito rápida, decisões sejam tomadas para corrigir possíveis problemas que com certeza afetariam o ganho de peso dos animais.

 mapa da fazenda com o sistema de gestão prodap

Além disso, as informações coletadas a partir da altura da forragem permitem ajustar processos críticos, como:

  • Ajuste de lotação: onde você se certifica que a quantidade de capim no pasto está coerente com o peso dos animais, podendo estimar a capacidade média de suporte da safra e entressafra, evitando problemas como degradação de pastagem ou subpastejo.

  • Ajuste de módulos: sabemos que os módulos são caracterizados pelo conjunto de piquetes e que nem sempre  trabalhamos com o módulo fixo, ou seja, com o Prodap views Master você tem a possibilidade de manejar e alterar quantos piquetes terá dentro de cada módulo da fazenda.

  • Ajuste de período de pastejo: esse ponto é crucial principalmente na entrada do período das águas, quando o crescimento da forragem está muito vigoroso. O sistema indica para o  gestor que essa velocidade de crescimento da planta está alta e como tomada de decisão ele pode reduzir o período de pastejo dos animais naquela área. 

Com isso, temos a certeza de que o Prodap views Master otimiza todos os processos ligados ao manejo da pastagem de forma simples, ágil e segura, proporcionando oportunidades de melhoria dos resultados produtivos e financeiros do negócio.

Faça contato com a gente e comece agora a transformação da sua fazenda! É só clicar aqui e pedir uma demonstração gratuita

Sobre Nathalia Pires

Engenheira Agrônoma pela UFV e Especialista em Gestão do Agronegócio pela USP/ESALQ. Na Prodap atua como Consultora Comercial do Prodap views e acredita que levar tecnologia ao campo é a melhor alternativa para transformar a vida das pessoas e da pecuária brasileira.

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

Fique por dentro das nossas novidades

Inscreva-se em nossa newsletter